Senado aprova indicação de embaixador na Síria

05 Dez 17:14 2018 UniversoJus Imprima este artigo

Com 55 votos a favor, três contra e uma abstenção, o Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (5) a indicação do diplomata Fabio Vaz Pitaluga para a chefia da embaixada brasileira em Damasco, onde atua desde setembro como encarregado de negócios. Na terça-feira, Pitaluga foi sabatinado pela Comissão de Relações Exteriores (CRE). Ele disse ao colegiado que altas autoridades do governo sírio já comunicaram oficialmente que o Brasil e as empresas brasileiras terão prioridade na reconstrução da infraestrutura da Síria, devastada por uma guerra civil que aproxima-se do fim.

— A Síria está no final dessa guerra trágica e nos próximos anos inicia-se um grande processo de reconstrução. E nesse processo é crucial que o Brasil saiba se posicionar. Altas autoridades do governo deixam claro pra mim que o Brasil e suas empresas são percebidas como entre as prioritárias. Calcula-se que a reconstrução demandará US$ 400 bilhões. Vejo oportunidades na área de indústrias, agronegócio em geral e petróleo, por exemplo. O setor de petróleo sírio foi muito afetado, eles precisam de um grande apoio em máquinas, equipamentos e novas tecnologias. Nós temos muito a oferecer neste campo, assim como na parte de xisto — detalhou.

Pitaluga também avaliou que serão abertas oportunidades nas áreas de mineração, energia elétrica, saúde, construção civil, turismo, pecuária e indústria de laticínios. Uma das prioridades dele será reativar o Conselho Empresarial Brasil-Síria, que deixou de operar devido à guerra.

Soberania

O diplomata informou que as boas relações entre Brasil e Síria são fruto não apenas de um entendimento histórico, mas também da postura brasileira durante a guerra civil, de reiterar a soberania e independência da nação árabe. Também pesa muito a grande comunidade síria que vive aqui, por isso o Brasil é percebido por parcela da população como “o segundo país”, disse Pitaluga.

— Não fechamos a embaixada durante todo este período de guerra. Deixamos claro que apoiamos todos os esforços multilaterais na solução política visando à paz, num processo conduzido pelos próprios sírios, facilitado pela ONU, sem interferências externas. Defendemos a soberania, integridade territorial e independência do país e apoiamos o Diálogo Nacional Sírio ocorrido em Sochi [Rússia]. Ao final, o diplomata ressaltou que a situação síria tem uma certa instabilidade, uma vez que combates ainda ocorrem em algumas cidades. Mas a tendência é de que a conflagração termine.

Fabio Vaz Pitaluga já serviu nas representações brasileiras nos Estados Unidos, na Rússia e na Síria, além de ter atuado na delegação permanente perante o Mercosul e a Associação Latino-Americana de Integração (Aladi), no Uruguai. O diplomata também foi assessor para assuntos internacionais do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

Fonte: Agencia Senado

em Notícias
Comente

0 Comentarios

Comente

Seus dados estão seguros
Seu endereço de e-mail nunca será publicado, nenhum dado seu será compartilhado.
Todos os campos são obrigatórios.

Últimos Correspondentes

Layane Fernanda De Almeida

Advogado de Apoio

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO(SP) e mais 1 cidades

Solicite uma Diligência

Vivian Nunes Barbacovi

Advogado de Apoio

GRAMADO(RS) e mais 2 cidades

Solicite uma Diligência

Camila Aparecida Souza De Figueiredo

Advogado de Apoio

SETE LAGOAS(MG) e mais 3 cidades

Solicite uma Diligência

Socialize-se

Relacionados

Universojus é um site que busca informar no meio jurídico,
político e social o que há de mais atual
no espaço do direito em sociedade.

UniversoJus.com.br

Copyright © 2018 UniversoJus. All Rights Reserved.