Proposta para garantir sinal de celular em rodovias pode ser votada na próxima semana

13 Set 11:13 2017 UniversoJus Imprima este artigo

Os motoristas que trafegam pelas rodovias brasileiras enfrentam dificuldades para chamar um guincho ou os bombeiros quando presenciam ou sofrem acidentes porque não há sinal de celular na maioria das estradas do país. Relatório favorável ao projeto que busca garantir a cobertura de celular em todos os trechos de estradas federais e estaduais foi lido pelo senador Otto Alencar (PSD-BA) nesta quarta-feira (13) em reunião da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT).

De acordo com o PLS 5/2017, do senador o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), a autorização para a prestação de serviço de telecomunicação móvel ficará condicionada à obrigação de cobertura de toda a extensão dessas rodovias na área que for objeto da outorga. A expectativa de Otto Alencar, que é presidente da CCT, é votar a proposta na próxima semana.

- O projeto é fundamental para a segurança e socorro em casso de acidentes que acontecem em grande escala nas rodovias. Parabenizo Cassio Cunha Lima por sua sensibilidade de homem público por entender que colocar a telefonia móvel nas estradas vai garantir a manutenção de vidas – disse Otto duramente a leitura do parecer.

Fonte: Agencia Senado

em Notícias
Comente

0 Comentarios

Comente

Seus dados estão seguros
Seu endereço de e-mail nunca será publicado, nenhum dado seu será compartilhado.
Todos os campos são obrigatórios.

Últimos Correspondentes

Vitor Ângelo Silva Santos

Advogado de Apoio

PONTE NOVA(MG) e mais 4 cidades

Solicite uma Diligência

Mariana Bazaglia

Advogado de Apoio

SÃO PAULO(SP) e mais 1 cidades

Solicite uma Diligência

Samara Corinta Hammoud Costa

Advogado de Apoio

GUARANTÃ DO NORTE(MT) e mais 2 cidades

Solicite uma Diligência

Socialize-se

Relacionados

Universojus é um site que busca informar no meio jurídico,
político e social o que há de mais atual
no espaço do direito em sociedade.

UniversoJus.com.br

Copyright © 2015 UniversoJus. All Rights Reserved.