1ª Turma: Suspenso julgamento sobre arresto de bens de Aécio e Andrea Neves

13 Jun 04:12 2018 UniversoJus Imprima este artigo

1ª Turma: Suspenso julgamento sobre arresto de bens de Aécio e Andrea Neves

Pedido de vista do ministro Luiz Fux suspendeu julgamento, nesta terça-feira (12), pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre o arresto de bens do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e de sua irmã, Andrea Neves, requisitado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) na Petição (PET) 7069. Segundo a Procuradoria, a medida visa à reparação de danos relacionados à denúncia já recebida pela Turma no Inquérito (INQ) 4506, que apura a suposta solicitação de vantagem ao empresário Joesley Batista .

No caso, está em exame o cabimento de medida cautelar de arresto prévio, a fim de ressarcir suposto dano causado pela prática dos delitos imputados, entre eles corrupção passiva, e a garantia do cumprimento de eventual condenação ao pagamento de despesas processuais e penas pecuniárias. A questão está sendo analisada por meio de recurso (agravo regimental) apresentado pela PGR contra decisão monocrática proferida pelo relator, ministro Marco Aurélio, na qual se negava o pedido de arresto de bens.

No início do julgamento, em 22/5, o ministro relator entendeu que a medida de arresto deve estar fundamentada em indícios de que os acusados tentam evadir o patrimônio e impedir o ressarcimento. No caso, para ele, é impróprio presumir a adoção de postura contrária.

Danos morais coletivos

Nesta terça-feira (12), o julgamento teve continuidade com a apresentação de voto-vista do ministro Luís Roberto Barroso, que divergiu em parte do relator. Barroso acompanhou o ministro Marco Aurélio no sentido de negar o arresto para fins de indenização por dano moral coletivo, porém deu provimento ao recurso para deferir o arresto no valor de R$ 1.686.600 no patrimônio dos réus, conforme solicitado pela PGR.

O ministro Barroso entendeu ser prematuro determinar o bloqueio antecipado no patrimônio dos acusados sob o fundamento de reparação de danos morais coletivos, tendo em vista que, até o momento, não houve pronunciamento do Supremo quanto à matéria. No entanto, assinalou que as medidas assecuratórias têm por objetivo também garantir o pagamento de despesas processuais e, sobretudo, das penas pecuniárias (dias-multa). Nesse ponto, considerou que o valor apontado pela PGR é razoável e, de acordo com a legislação, poderia até ser superior.

O ministro ressaltou que, se os acusados forem considerados culpados e não forem encontrados bens suficientes para satisfazer os aspectos patrimoniais da condenação, “a pena aplicada terá deixado de cumprir minimamente as funções delas esperadas”. Para ele, “na criminalidade econômica e do colarinho branco, a constrição de bens é reconhecidamente o meio mais eficaz de combate à impunidade”.

A ministra Rosa Weber seguiu a divergência. Ela também afirmou que o Supremo ainda não firmou posição sobre o tema da indenização por dano moral coletivo. Com relação à multa e às despesas, ela entendeu que não se trata de antecipação de tutela, mas de medida cautelar que exige a plausibilidade da tese a qual, segundo ela, está presente, uma vez que a Turma recebeu a denúncia.

EC/CR

Leia mais:
22/05/2018 – 1ª Turma inicia julgamento sobre arresto de bens de Aécio e Andrea Neves
 

Fonte: STF

em Notícias
Comente

0 Comentarios

Comente

Seus dados estão seguros
Seu endereço de e-mail nunca será publicado, nenhum dado seu será compartilhado.
Todos os campos são obrigatórios.

Últimos Correspondentes

Izabela Cristina Pereira

Advogado de Apoio

GURUPI(TO) e mais 1 cidades

Solicite uma Diligência

Raisa Apolinário

Advogado de Apoio

RECIFE(PE) e mais 13 cidades

Solicite uma Diligência

Mariana Souza

Advogado de Apoio

SÃO JOSÉ(SC) e mais 3 cidades

Solicite uma Diligência

Socialize-se

Relacionados

1ª Turma inicia julgamento sobre arresto de bens de Aécio e Andrea Neves

1ª Turma inicia julgamento sobre arresto de bens de Aécio e Andrea Neves A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) iniciou, nesta terça-feira (22), o julgamento sobre o arresto ...

Ministro Marco Aurélio afasta medidas cautelares impostas a denunciados ligados ao senador Aécio Neves

Ministro Marco Aurélio afasta medidas cautelares impostas a denunciados ligados ao senador Aécio Neves O ministro Marco Aurélio afastou as medidas cautelares alternativas à prisão impostas pela Primeira Turma do ...

Negado pedido de adiamento de julgamento do inquérito contra o senador Aécio Neves

Negado pedido de adiamento de julgamento do inquérito contra o senador Aécio Neves O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve para a próxima terça-feira (17) o julgamento ...

1ª Turma: Mantida prisão preventiva de Andrea Neves

1ª Turma: Mantida prisão preventiva de Andrea Neves Por maioria de votos, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), em sessão nesta terça-feira (13), manteve a prisão preventiva de ...

1ª Turma mantém no STF investigados no Inquérito do senador Aécio Neves

1ª Turma mantém no STF investigados no Inquérito do senador Aécio Neves Por maioria de votos, na sessão desta terça-feira (14), a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ...

Universojus é um site que busca informar no meio jurídico,
político e social o que há de mais atual
no espaço do direito em sociedade.

UniversoJus.com.br

Copyright © 2015 UniversoJus. All Rights Reserved.